Montadora de veículos abre concorrência para construção de planta industrial em Sergipe

Ansia_Motors_Fotos_Marcelle_Cristinne_ASNO grupo Amsia Motors informou a abertura de concorrência para construção de planta industrial em Sergipe. Através de email, o presidente da empresa, Mostafa Ahmed, informou que o grupo está aberto para receber propostas do setor de construção civil brasileiro. Mostafa Ahmed confirmou o investimento do grupo na Barra dos Coqueiros. “A Amsia mantêm seu compromisso com o povo de Sergipe e com a autoridade do estado conforme assinado”, escreveu.

O protocolo de intenções para instalação da primeira indústria automobilística em Sergipe foi assinado em julho de 2013 pelo governador Jackson Barreto e o presidente da Amsia Motors, Mustafa Zeauddin Ahmed. O documento assinado prevê investimentos de R$ 1 bilhão. O empreendimento industrial deverá produzir veículos automotores híbridos e elétricos, com expectativa de gerar aproximadamente 4.000 empregos diretos.

No email, o grupo árabe informa ainda que realizou uma pré-seleção de funcionários e que finalizará a seleção após achegada da equipe da Amsia em Sergipe. O texto ressalta que o grupo está entrando no mercado dos Estados Unidos (EUA) para distribuição da Amsia e já registrou uma nova empresa ‘Amsia Motors Americas, LLC’, que será utilizada nas operações da América do Norte e da América do Sul. Para auxiliar o processo nos EUA e Brasil, segundo Moeth, já foram providenciados: plano técnico pré-preliminar do projeto completo; a empresa Amsia Motors Americas LLC registrada no estado de Delaware nos EUA; a Amsia Company foi autenticada por Washington, DC; a Amsia Company foi certificada pela Embaixada Brasileira nos EUA; e a Amsia Company foi certificada pela Embaixada Chinesa nos EUA.

Na próxima sexta-feira, 14, o secretário de Estado de Desenvolvimento, Saumíneo Nascimento terá uma videoconferência com a Amsia Motors para tratar do cronograma de registro da empresa, Memorando de Entendimento revisado sob a nova empresa registrada para América do Norte e América do Sul; viabilidade técnica do projeto.

Fonte: ASN

Foto: Marcelle Cristinne/ASN

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: