Morre em Aracaju “Candelária” a defendoras das mulheres e prostitutas de Sergipe

Faleceu em Aracaju na manhã deste sábado, dia 30, vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico, a sergipana e grande defensora das prostitutas, Maria Niziana Castelino, de 70 anos, conhecida carinhosamente como “Candelária”.

Ela estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), do Hospital Cirurgia, em Aracaju, desde o dia 15 de maio deste ano. Mesmo estando contaminada pelo coronavírus (COVID-19), o laudo médico apontou consequência do AVC hemorrágico que debilitou a sua saúde, agravando o seu quadro médico.

Segundo a família, o corpo de Candelária será cremado obedecendo todos os critérios médicos. Ela era viúva e deixou três filhos e uma neta.

A sergipana, Maria Niziana Castelino, teve seu trabalho social premiado e reconhecido nacionalmente devido a sua luta e atuação à frente da Associação Sergipana das Prostitutas (ASP), onde o foco era garantir direitos para as mulheres e prostitutas sergipanas.

Vale ressaltar que “Candelária” foi presidente da Associação Sergipana das Prostitutas (ASP) por muitos anos, e dai, vieram algumas conquistas e visibilidade na sociedade.

Fonte/ fotos : http://jornaldacidade.net/cidades , Google.com e https://www.google.com/search?q

Por: www.imprensa1.com

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: