Museu da Gente Sergipana pode receber doações de contribuintes do IR

O Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda e a Orquestra Jovem de Sergipe são projetos socioculturais aptos a receberem doações de contribuintes do Imposto de Renda (IR). Até o dia 12 de dezembro, pessoas físicas e jurídicas que pagam o IR podem destinar parte dele para as duas iniciativas e obterem dedução integral do valor doado. Os doadores ainda receberão brindes conforme o valor destinado aos projetos.

Ao acessar a plataforma Abrace Uma Causa (institutobanese.abraceumacausa.com.br), os interessados poderão conhecer os projetos e entender como direcionar até 6% do seu IR para essas iniciativas. No site, também é possível simular a doação para descobrir quanto pode doar e consultar qual brinde receberá conforme o valor da doação.

Ao destinar parte do Imposto de Renda pago ao longo do ano a causas importantes, além de ter dedução integral do valor doado, o contribuinte está ciente do destino do dinheiro que paga de impostos e ajuda a promover a transformação social.

No caso de doação para o Museu da Gente Sergipana, os benefícios estão diretamente ligados à preservação e valorização da cultura sergipana por meio da manutenção desse espaço de incentivo à cultura, educação e turismo. Ao optar em doar para a Orquestra Jovem de Sergipe, o contribuinte ajuda a transformar vidas de 150 crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social através da formação em música.

“A doação por meio do Imposto de Renda é uma forma de apoiar causas sociais sem a necessidade do contribuinte fazer o desembolso propriamente dito de determinado valor. Pelo contrário, ele está se utilizando de um benefício ao qual tem direito para ajudar iniciativas que fazem a diferença. O Museu da Gente Sergipana e a Orquestra Jovem de Sergipe estão entre projetos que merecem apoio em virtude da relevância social e cultural para a população sergipana”, afirma a diretora Administrativa e Financeira do Instituto Banese, Leila Cruz.

A Orquestra Jovem de Sergipe é um projeto realizado pelo Instituto Banese com o objetivo de proporcionar a formação musical de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa acontece através da oferta de aulas de instrumentos de corda, percussão, sopro, canto coral, musicalização e teoria musical. Atualmente, 150 meninos e meninas moradores dos bairros Santa Maria e 17 de Março são atendidos pelo projeto.

O Instituto Banese é uma associação mantida pelo Banco do Estado de Sergipe e por suas empresas relacionadas: Sergipe Administradora de Cartões e Serviços Ltda (SEAC), empresa que administra o cartão de crédito Banese Card e a rede de adquirência TKS, e Banese Administradora e Corretora de Seguros.

Fonte: ASN

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: