Nova regra do WhatsApp vale amanhã; entenda os termos de privacidade

Novas regras começam a valer neste sábado; veja o que muda no WhatsApp com a atualização

9
Foto: Pixabay

O WhatsApp vai atualizar os seus Termos de Uso e Política de Privacidade neste sábado, 15. Em janeiro, o mensageiro começou a disparar avisos sobre as novas regras do aplicativo, que permitem o envio de dados de interações entre usuários e contas comerciais para empresas do Facebook. Até então, as mudanças estavam previstas para ocorrer 8 de fevereiro, mas o mensageiro adiou para amanhã os novos termos, após receber duras críticas tanto de usuários quanto de instituições reguladores e até de autoridades governamentais.

Mesmo com a tentativa do WhatsApp de esclarecer as mudanças, muitos usuários continuam com dúvidas a respeito das novas regras. Veja a lista com os principais questionamentos. A seguir, você pode conferir o que muda com os novos termos, qual o impacto deles, como eles afetam usuários e o que acontece com quem não aceitar as mudanças até amanhã.

O que muda nos termos?

Em janeiro, o WhatsApp passou a emitir avisos no mensageiro sobre a nova política de privacidade da companhia. De maneira geral, a nota afirmava que o aplicativo passaria a compartilhar dados da interação entre usuários e contas comerciais pelo WhatsApp com as empresas parceiras do Facebook. O alerta não dava a opção de recusar os termos, de maneira que a única saída para quem discordasse deles seria apagar a conta e abandonar o WhatsApp.

Foto: Reprodução/Pedro Cardoso

Nas palavras do mensageiro, as novas regras “estão relacionadas aos recursos comerciais e opcionais do WhatsApp”, e seriam capazes de oferecer “mais transparência” ao usuário sobre a forma como seus dados são coletados e usados pela companhia. O WhatsApp também afirma que a mudança dos termos não afeta a privacidade das mensagens trocadas pela plataforma, sejam elas em grupos ou em chats individuais, e também diz que o app não compartilha os contatos com o Facebook e que não mantém nenhum registro das chamadas realizadas pelo mensageiro.

Como a decisão na mudança dos termos foi altamente criticada por usuários e até mesmo por instituições reguladoras — como o Procon-SP, no Brasil —, o WhatsApp optou por postergar a implementação das novas regras para amanhã, e passou a divulgar e vincular propagandas para esclarecer quais dados seriam compartilhados e de que forma isso ocorreria.

Por: Clara Fabro

Fonte: TechTudo

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: