O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) critica a OMS

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) criticou, em pronunciamento nesta terça-feira (9), a Organização Mundial da Saúde (OMS).  Para ele, a instituição virou uma “casa política e ideológica”. Ele se referiu a um estudo divulgado na semana passada, que foi considerado pela OMS, sobre o aumento da mortalidade em razão do uso de cloroquina. Eduardo Girão disse que a pesquisa — posteriormente retirada, por seus autores, da publicação científica The Lancet — é uma fraude.

O senador disse que segundo protocolos de outros países, alguns estados brasileiros e até hospitais privados do Ceará, a Cloroquina tem “ótimo efeito” quando é administrada no começo da infecção.

— Mas estão querendo esconder isso do povo brasileiro. E o meu Ceará, infelizmente, uma má vontade muito grande do nosso governo com pesquisas fraudulentas da OMS, como base. Enquanto as pessoas que têm dinheiro andam com a cloroquina no bolso. O povo não tem direitos, mas essas pessoas todas têm. O que que estão querendo esconder? É só porque é barato? — disse Girão.

O senador afirmou ainda não importa quem esteja defendendo o uso da medicação, se o presidente, ou a oposição, mas “o importante é que salve vidas”.

Reroduzido por: imprensa1.com

Fonte: Agência Senado

Foto: Rerodução Tv Senado

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: