Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Operação “Castelo de Cartas” acaba com 17 prisões

Foto--COPEA Polícia Civil de Sergipe, através do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) e com o apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol), finalizou no final da manhã desta segunda-feira, 6, a operação “Castelo de Cartas” que resultou na prisão de 17 pessoas nas cidades de Canindé do São Francisco, Arauá, Malhador, Itabaianinha, Rosário do Catete e Japaratuba, acusadas de fraudar licitações.

A operação, que é fruto de uma parceria entre a Polícia Civil e o Ministério Público Estadual, foi desencadeada após 14 meses de investigação feita pelo Deotap, sob a coordenação da delegada Danielle Garcia. Desde as primeira horas de hoje cerca de 100 agentes civis e delegados de polícia cumpriram os mandados de prisão e de busca e apreensão. Os detidos foram encaminhados para a sede do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), onde prestam depoimentos.

Na tarde desta segunda-feira, às 16h, a delegada Danielle Garcia irá fazer na sede do Cope um breve pronunciamento à imprensa sobre a operação. Já na manhã desta terça-feira, 7, acontecerá na sede da Academia de Polícia Civil (Acadepol), às 8h, uma coletiva, onde os delegados envolvidos e os promotores do MP detalharão todo o processo de investigação, os crimes e as prisões efetuadas.

Fonte : ASCOM/SSP

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...