Operação desarticular associação criminosa envolvida em tráfico de drogas e homicídios na Grande Aracaju

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e o Departamento de Narcóticos (Denarc) deflagraram operação para desarticular um grupo criminoso responsável por homicídios praticados na capital e em Nossa Senhora do Socorro. As investigações apontam, ao menos, o envolvimento em dois homicídios e uma tentativa desse crime. A ação policial, realizada na manhã desta quarta-feira, 5, na região do Rio do Sal, contou com o apoio do Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb), da Polícia Militar, e do Corpo de Bombeiros.

No decorrer do procedimento investigativo conjunto entre DHPP e Denarc, Thiago de Oliveira Nascimento, conhecido como “Gordo”, líder da associação criminosa acabou vindo a óbito em confronto com a Polícia Militar, há alguns meses. Há dez dias, foi preso Lucas Santos Siqueira, o “Banha”, outro integrante.

Na ação policial desta quarta-feira, Isaac do Espírito Santo Araújo, um dos principais alvos, foi localizado na cidade de Umbaúba e entrou em confronto com policiais civis da Coordenadoria de Operações em Recursos Especiais (Core), DHPP e da Delegacia de Umbaúba, vindo a óbito no local.

A delegada Luciana Pereira, do DHPP, destacou que as investigações foram iniciadas a partir do caso envolvendo José Cleberton dos Santos, mais conhecido como “Guego”, morto na rua Rio do Sal, em 16 de janeiro, em Nossa Senhora do Socorro.

“As investigações começaram no início do ano com o homicídio de José Cleberton, o qual, conforme apuramos, fazia parte desse grupo criminoso. Era uma associação criminosa que tinha por finalidade o tráfico de drogas e, consequentemente, praticava homicídios, como forma de garantir o comando da região do Rio do Sal, relacionado ao tráfico de drogas”, citou.

Ela detalhou a relação entre ambos os crimes na associação criminosa. “A  partir daquele homicídio, começamos investigações e, em conjunto com o Denarc, que já investigativa tal grupo no tráfico de drogas, iniciamos a investigação conjunta. Um dos líderes do grupo morreu em confronto com a Polícia Militar há alguns meses e outros dois líderes continuaram sendo investigados. Representamos as prisões preventivas e buscas e apreensões, e hoje deflagrou a operação”, complementou.

O delegado Osvaldo Rezende, do Denarc, ressaltou as ações que resultaram na operação deflagrada na manhã desta quarta-feira. “Fizemos esse trabalho, esse mapeamento tendo em vista a identificação de grupos criminosos que atuam na capital e Socorro. Deflagramos essa operação visando a desarticulação de lideranças desses grupos criminosos. São suspeitos ligados ao tráfico de drogas e associações criminosas responsáveis por homicídios na região, são pessoas de periculosidade acentuada, que agem de forma criminosa”, reforçou.

O Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb), da Polícia Militar, participou da operação, visando evitar fugas na direção do Rio do Sal. No total, os trabalhos da Polícia Civil têm como foco a localização de oito suspeitos, responsáveis pelos crimes praticados em Aracaju e Nossa Senhora do Socorro. As investigações e buscas continuam para localizar outros envolvidos na associação criminosa e elucidar práticas delituosas práticas pelo grupo.

Fonte: SSP/SE

 

 

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: