Paralisação das prefeituras acontece na próxima terça

Na próxima terça-feira (29) as prefeituras sergipanas paralisarão suas atividades por 24h, permanecendo apenas os serviços da saúde. O ato, em protesto contra a constante queda nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e outras receitas, busca alertar a sociedade sobre a crise financeira que atinge as prefeituras e tem inviabilizado o funcionamento das administrações municipais.

Neste mesmo dia, os prefeitos e prefeitas virão para capital, onde participarão de sessão especial na Assembleia Legislativa. A sessão, que acontece a partir das 9h, foi solicitada pela deputada estadual Silvia Fontes (PDT) através de requerimento enviado as três entidades municipalistas sergipanas. A convite da deputada, os presidentes da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames), Associação dos Municípios da Barra do Cotinguiba e Vale do Japaratuba (Ambarco) e Associação dos Municípios da Região Centro Sul de Sergipe (Amurces) apresentarão as dificuldades enfrentadas pelos municípios sergipanos.

famesPara o prefeito de Nossa Senhora de Lourdes e presidente da Fames, Fábio Andrade, agora é momento de mostrar a real situação das prefeituras. “Nosso objetivo é chamar atenção da população e dos parlamentares para nossa causa. Precisamos encontrar uma solução para ao menos minimizar os efeitos dessa crise, porque está ficando impossível administrar o município. Tem prefeito escolhendo entre pagar servidor ou fornecedor, pois não tem condições de arcar com os dois. E os repasses continuam caindo. Não dá para continuar assim”, explica.

 

Além de Sergipe, prefeituras de outros estados tem realizado mobilizações. No início deste mês, o prefeitos alagoanos decidiram paralisar as atividades por cinco dias. Esta semana, dezenas de municípios paranaenses aderiram ao Dia Estadual de Protesto das Prefeituras do Paraná, promovido pela Associação dos Municípios do Paraná (AMP), e suspenderam seus serviços. A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) reuniu, esta semana, mais de 150 prefeitos em frente à Assembleia Legislativa do Estado, com objetivo de discutir medidas de combate a crise.

Fonte: T.Dantas Comunicação e Marketing

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: