PM de Sergipe tem um dos mais baixos índices de corrupção do País

 

policia 1Dados prévios de uma pesquisa sobre extorsão, divulgados pelo portal Extra, revelou que Sergipe tem um dos índices mais baixos de corrupção dentre os estados brasileiros. A informação faz parte de uma prévia da Pesquisa Nacional de Vitimização, encomendada pelo Ministério da Justiça e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento ao Datafolha.

O estudo aponta, por exemplo, que Sergipe apresenta 0,48% das vítimas de extorsão, ocupando o 23º lugar no ranking dos 26 estados que compõem a Federação e o Distrito Federal. O menor estado do Brasil fica abaixo apenas dos estados de Tocantins, Rondônia, Acre e Roraima no registro deste tipo de conduta delituosa.

Com 53,5% dos casos de extorsão do país, as polícias militares do Rio de Janeiro (30,23% das vítimas) e de São Paulo (18,22%) lideram com folga o que poderia ser o ranking da cobrança de propina pelas polícias militares no país. Vale dizer que o instituto ouviu 78.000 pessoas nos 26 estados e no Distrito Federal, perguntando a elas se foram vítimas de extorsão por parte da Polícia Militar.

Segundo o Ministério da Justiça, esse tipo de pesquisa procura captar as ocorrências de eventos criminais na população, com o objetivo de compará-los com os dados oficiais registrados pelas polícias, classificando-os por localidade, estrato social, cor da pele, idade, sexo e renda. 

A amostra do estudo, que vem sendo preparado desde 2010, foi de 78.000 pessoas. No estado do Rio de Janeiro, foram 8.550 entrevistas. A íntegra do estudo será divulgada daqui a um mês. Por enquanto, os dados são uma prévia.

Política de Estado e investimentos

O baixo índice de extorsão pela PM de Sergipe pode ser visto como um reflexo das políticas de Estado no que se refere aos cuidados com a Segurança Pública. Tanto em relação ao salário dos PMs, que atualmente é de R$ 3.371,81mil (valor bruto para policiais engajados ), um dos  maiores do País, como a respeito dos investimento na área, tais como investimento em equipamentos, infraestrutura e tecnologia, garantindo maior qualidade e estrutura ao trabalho destes profissionais.

De 2009 a 2011, por exemplo, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) destinou recursos que somam R$ 6, 7 milhões em investimentos em viaturas, armamentos e equipamentos de proteção policial. Foram aplicados também R$ 20 milhões na construção de Centros Integrados de Segurança Pública, que integram numa mesma unidade as polícias Civil e Militar, potencializando o desempenho da força policial. Todos os investimentos e atenção do Governo do Estado na área de Segurança Pública têm por objetivo oferecer aos profissionais da área as melhores condições de trabalho possível, como maior segurança para a população em geral.

Veja abaixo a distribuição das vítimas de extorsão por estado:

Rio de Janeiro: 30,23%

São Paulo: 18,22%

Pará: 6,49%

Pernambuco: 6,05%

Bahia: 5,08%

Goiás: 4,34%

Paraná: 4,15%

Minas Gerais: 4,10%

Amazonas: 3,07%

Ceará: 2,54%

Rio Grande do Norte: 2,34%

Alagoas: 1,85%

Maranhão: 1,66%

Mato Grosso: 1,56%

Rio Grande do Sul: 1,27%

Santa Catarina: 1,27%

Espírito Santo: 1,07%

Paraíba: 1,07%

Amapá: 0,78%

Distrito Federal: 0,78%

Mato Grosso do Sul: 0,58%

Piauí: 0,58%

Sergipe: 0,48%

Tocantins: 0,19%

Rondônia: 0,19%

Acre: 0,04%

Roraima: 0,04%

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: