Polícia de Sergipe prende em São Paulo empresário de Lagarto “Rodrigo Rocha” suspeito de matar seu empregado

No início da manhã desta terça-feira, dia 21, a  Polícia Civil de Sergipe com apoio da polícia paulista, prendeu em um posto rodoviário na cidade de Paranapanema,  269 quilômetros da capital paulista, o empresário sergipano, Rodrigo Dantas dos Santos, mais conhecido como “Rodrigo Rocha”. Ele é o principal suspeito de ter assassinado, no dia 24 de janeiro deste ano de 2020, o seu empregado que trabalhava como caseiro (o faz tudo), Jorge Alexandre Souza Santana, 28 anos.

Segundo o delegado Jonathas Evangelista, os policiais localizaram o rancho onde o Rodrigo estava escondido em Araçoiaba da Serra, próximo de Paranapanema. “Apenas conseguimos realizar abordagem no posto da Polícia Rodoviária (PM) em Paranapanema, na rodovia Raposo Tavares [SP270, KM 245], com apoio de militares que estavam na unidade”, explicou.

Mas, foi no posto rodoviário em Paranapanema que ele foi abordado em seu veículo e preso pelos policiais civis de Sergipe, auxiliados pelos policiais militares de São Paulo. As investigações contaram com a ação da Delegacia Regional de Lagarto, Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) e Coordenadoria das Delegacias do Interior (Copci).

Diante do mandado de prisão preventiva por homicídio expedido pela Comarca de Lagarto (SE), o preso foi apresentado na Delegacia Plantonista de Taquarituba/SP.

O CRIME

De acordo com as primeiras informações, no dia 24 de janeiro deste ano de 2020, o empregado do empresário Rodrigo Rocha, Alexandre Souza Santana, de 28 anos, foi encontrado morto a tiros na sua casa, localizada Avenida Libério Monteiro, no centro comercial de Lagarto, onde os dois bebiam desde a noite anterior. O detalhe é: que quando a polícia chegou a casa do empresário ele tinha sumido e ninguém tinha o seu paradeiro.

Segundo informações preliminares, a vítima foi encontrada assassinada na cozinha com cerca de 10 tiros e ainda era um mistério a motivação para o crime. Mas, a polícia sergipana já tinha como principal suspeito o empresário, Rodrigo Dantas dos Santos, mais conhecido como “Rodrigo Rocha”. Ele é filho de um grande líder político e ex-prefeito de Lagarto.

O suspeito já tem antecedentes criminais, que segundo a polícia de Sergipe, ele é o principal suspeito de ter matado a tiros no final da década de 90, o vigilante José dos Santos, de 59 anos, no centro comercial da cidade de Lagarto. O empresário foi preso e condenado a cumprir  pena no Presídio Regional Juiz Manoel Barbosa de Souza, em Tobias Barreto. Mas depois passou a ser, prisão domiciliar.

Por: www.imprensa1.com

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: