Polícia investiga causa morte do paraquedista que cair no mar em Aracaju

A polícia técnica de Sergipe ainda não emitiu o laudo da causa morte do instrutor de paraquedismo, Helber Tran de Oliveira Ribeiro, 42 anos, que ao pular de paraquedas de um avião de pequeno porte na companhia de um aluno, morreu ao cair no Oceano Atlântico, na região na Praia de Aruana, em Aracaju-SE, na tarde dessa sexta-feira, dia 15.

De acordo com as primeiras informações, o paraquedas do professor Helber não abriu após ter saltado do avião e a sua queda no mar foi muito rápida e o deixou enrolado nas cordas de seu equipamento. Sufistas que estavam próximo foram ao seu encontro para salvá-lo.

Mesmo com as presenças e ações do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) o professor não resistiu e veio a óbito. Já o seu aluno que não teve o seu nome revelado, saiu da água sem nenhum problema.

Há uma suspeita que não foi só o impacto da queda no mar que matou o professor, mas também ele ter ficado com cordas pelo corpo e pescoço. Só o laudo médico poderá apontar a causa.

Por volta das 03h20 da madrugada deste sábado, dia 16, o corpo de Helber  Tran de Oliveira Ribeiro, 42 anos, foi liberado  pelo Instituto de Medicina Legal de Sergipe (IML/SE) para velório e sepultamento. Locais que não foram informados a nossa produção, mas a informação preliminar que seu corpo será sepultado em Feira de Santana na Bahia..

O que sabe é que o professor morreu fazendo o que gostava de fazer e no dia 15 de Outubro “Dia do Professor”.

Por: Portal Imprensa1

Fotos e vídeos : Divulgação e Redes Sociais

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...