Polícia prende mandante do latrocínio que vitimou ex-vereador de Indiaroba

assassino-mandante-ex prefeito de indiaroba-mandante de crimeFoi apresentado na tarde desta sexta-feira, 23, Genivaldo Conceição Santos, 47 anos, apontado como o articulador do crime de latrocínio (roubo seguido de morte) praticado contra o ex-vereador do município de Indiaroba, Adelvan Vieira.

O suspeito foi detido após uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar de Sergipe no final da tarde dessa quinta-feira, 22, no interior do estabelecimento comercial de propriedade da vítima, no povoado Porto do Mato, em Estância.

SONY DSC
SONY DSC

De acordo com o delegado de Indiaroba, Hugo Leonardo, após a prisão do Valdeir, os policiais do Gati seguiram até o Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE), onde o preso estava e apresentaram as fotos de três homens com as mesmas características do susposto mandante do crime. “O Valdeir, que confirmou ter efetuado os disparos contra o ex-vereador, informou que o crime foi encomendado por um ‘coroa’ que tinha conhecimento dos lucros do negócio de Adelvan e propôs o roubo ao estabelecimento e divisão do dinheiro. A partir de fotografias de pessoas ligadas à família, chegamos até o Genivaldo e efetuamos a prisão”, explicou.

SONY DSC
SONY DSC

Segundo o comandante do Grupo de Ações Táticas do Interior (Gati), major George, após o preso Valdeir apontar a foto do susposto mandante, os policiais descobriram que se tratava do pescador Genivaldo, conhecido como “Genival do Caranguejo”. “Descobrimos que o Genivaldo era próximo da familía e tinha conhecimento dos negócios do ex-vereador. Ele teria premeditado o crime na intenção de roubar o dinheiro da vítima” informou.

A arma utilizada no crime, uma espingarda calibre 12, pertencia ao ex-vereador e foi devolvida ao filho da vítima um dia após o ocorrido . “O suspeito já responde a processos de tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo e violência doméstica. Crimes estes que ele respondia em liberdade, pagando multa com ajuda da vítima. Agora ele irá responder também ao crime de roubo seguido de morte”, concluiu Hugo Leonardo.

O crime

Valdeir de Oliveira Conceição e o conhecido Bruno Baiano, morto em confronto com a polícia, chegaram ao estabelecimento comercial da vítima na manhã da segunda-feira, 19, em um ciclomotor, renderam e amarraram o ex-vereador, colocando-o no porta mala de seu veículo. Seguiram a uma agência bancária, porém não obtiveram sucesso no saque, o que pode ter motivado o assassinato da vítima, na região da Rua da Palha, no município de Santa Luzia do Itanhy. Populares acionaram a polícia após desconfiarem de disparos de arma de fogo no interior do referido automóvel, que estava parado às margens da rodovia que liga os municípios de Estância e Santa Luzia.

 

Uma guarnição do 6º Batalhão, comandada pelo tenente Eraldo, saiu em diligências e localizou a dupla ainda dentro do carro. Ao notar a presença dos militares, os indivíduos aceleraram e foi iniciada uma perseguição. Os suspeitos perderam o controle e colidiram o veículo em uma árvore,

fugindo a pé por um manguezal. Com o apoio de uma equipe do Grupamento Tático Aéreo (GTA) e a partir de depoimentos de testemunhas, os indivíduos foram localizados em uma residência no conjunto Albano Franco, em Estância. Na ocasião, o suspeito Valdeir se entregou sem resistência. O

comparsa, porém, disparou contra as guarnições e acabou vindo a óbito durante o confronto com a polícia.

 

Fotos: Silvia Rodrigues – Ascom/SSP

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: