Policiais e bombeiros que morreram em razão da profissão serão lembrados em ato público

111

O Movimento Polícia Unida realiza  ato em homenagem a todos os policiais e bombeiros que morreram em razão da profissão. A homenagem acontece nesta terça-feira, 20, às 10h da manhã, na praça Fausto Cardoso, em frente ao Palácio Olímpio Campos. Na ocasião, estarão presentes os familiares dos homenageados.

Foram confeccionadas cruzes representativas aos membros das forças policiais civis e militares que tiveram a vida ceifada durante o combate ou pela atuação durante a pandemia da Covid-19. Durante a Solenidade das Cruzes, membros das forças de segurança irão relembrar as trajetórias dos colegas que se foram.

O perigo é uma constante na vida dos membros da Segurança Pública do Estado, até mesmo quando não estão em serviço. Os policiais civis, militares e bombeiros estão unidos e continuam mostrando toda indignação frente às injustiças, sendo a maior delas a falta de valorização, pela ausência do direito ao adicional de periculosidade.

As diretorias do Movimento Polícia Unida contam com a imprensa de Sergipe para ressoar esta homenagem.

Reprodução: Portal Imprensa1 (www.imprensa1.com)

Por: Raquel Almeida/ Ascom da Adepol

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: