Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Policiais Rodoviários de Sergipe são condenados por corrupção

Polica-RodoviariaAs denúncias da Operação Passadiço, que desmembrou uma rede de corrupção da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em 2008, resultaram na condenação de mais policiais pela Justiça Federal. M.C.M.C e E.U.A.J.

foram condenados por atos de improbidade administrativa no exercício da função. No âmbito civil, os dois foram condenados à perda dos cargos na Polícia Rodoviária Federal, à perda dos direitos políticos por quatro anos e ao pagamento de multa civil de 40 vezes o valor da sua última remuneração recebida na PRF.

Os policiais já haviam sido condenados em ações criminais também resultantes das investigações da Operação Passadiço.

De acordo com a sentença do juiz federal Marcos Antônio Garapa de Carvalho, os réus também estão proibidos de contratar com o poder público e de receber benefícios ou incentivos fiscais ou de crédito por três anos.M.C.M.C. recorreu da decisão.

Relembre

– Em junho de 2008, a Operação Passadiço foi realizada em conjunto entre o MPF/SE, a Polícia Federal e a própria PRF e chegou a prender 19 pessoas. Todas foram acusadas de envolvimento em uma rede de corrupção que atuava nos postos de fiscalização em Malhada dos Bois e Cristinápolis.

No esquema, policiais liberavam veículos irregulares mediante pagamento de propinas. A denúncia apresentada pelo MPF contra 14 policiais envolvidos no esquema apontou diversas conversas dos réus com outras pessoas e até mesmo outros policiais rodoviários federais que provam os diversos crimes cometidos por eles.

Todas essas escutas foram feitas com autorização judicial. Os números dos processos são 0000212-98.2010.4.05.8502 e 0000202-54.2010.4.05.8502

Por: Assessoria de Comunicação(Ministério Público Federal em Sergipe)

Foto: http://www.montecastelo.sc.gov.br

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...