Policial da Bahia surta, atira para o alto e morre após ser baleado

Na noite desse domingo, dia 28, o policial militar do Estado da Bahia, Wesley Soares Góes, morreu no Hospital Geral do Estado (HGE) após ser baleado com tiros de fuzil e de pistola deflagrados pelos seus colegas de farda lotados no Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e Batalhão de Choque, que tentavam convencê-lo a voltar a sua vida real, depois do mesmo ter tido um surto psicótico no inicio da tarde, na Praça do Farol da Barra-BA.

De acordo com as primeiras informações, o soldado trabalhava na 72ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) a cerca de quatro anos, nos últimos dias teria ficado contrariado com algumas determinações… Ao passar dos dias,  a sua impaciência veio aumentar e no final da tarde desse domingo, dia 28, ele sofreu um surto psicótico.

O militar chegou ao Farol da Barra em seu carro. Pintou o rosto de verde e amarelo, gritou palavras de ordens, falou de sua indignação e efetuou disparos de fuzil para o alto.

Diante o caso, o Bope iniciou uma negociação, mas o soldado demonstrava não querer trégua. Ele veio até, arremessar coisas ao mar: sacolas, isopores, bicicletas e até parte de grades que isolavam a área.

Por volta das 18h30, o militar atirou contra os policiais e na troca de tiros, ele foi baleado. No hospital não resistiu aos ferimentos e morreu.

Além disso, um fato negativo da Polícia Militar da Bahia (PM/BA) foi à ação de um sargento que tentou proibir que a imprensa pudesse realizar o seu trabalho de cobertura jornalística. O referido Sargento veio empurrar jornalistas e até, efetuar disparos de arma de fogo para o alto, em uma plena demonstração de despreparo, já que os profissionais da imprensa não ofereciam ameaça ou prejuízo para operação do BOPE.

AGRESSÃO da PM aos JORNALISTAS ‘IMPRENSA”





O comandante do BOPE major Cledson Conceição e o negociador da PM/BA, Capitão Luiz Henrique, comentaram a ocorrência:

O Portal Imprensa1 vem a público, agradecer a todos os envolvidos que gravaram as imagens de registro do ocorrido e se alguém não for citado como fonte , favor ligar : 0xx79 9 9192 2911  ( voz / Tim). Fontes: Redes Sociais, Colaboradores do Portal Imprensa1, Mattheus Miranda, @victordojornal, @bocaonews, Alberto Maraux / SSP-BA, informebaiano, Sinjorba, Moacy Neves – Presidente do Sinjorba, RecordTV, Recordtv Itapoan, Salvador

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...