Prefeito se reúne com ABIH e empresários do setor hoteleiro para buscar soluções contra demolição de bares

João_reunião_Marcos_BorgesO prefeito João Alves Filho recebeu na tarde desta quarta-feira, 26, a presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Sergipe (ABIH/SE), Daniela Mesquita, e com vários empresários da rede hoteleira, para juntos traçarem ações que venham a impedir a demolição de bares localizados nas praias de Atalaia e Aruana, impostas pelas as ações civis públicas movidas pelo Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE), contra o Município de Aracaju, a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), a Administração estadual (Adema), e União.

As ações ajuizadas pelo MPF visam medidas drásticas contra 65 bares localizados entre a Orla de Atalaia e a Rodovia José Sarney, promovendo inclusive a derrubada dos mesmos. Participaram também da reunião os secretários Walker Carvalho, Carlos Batalha, Eduardo Matos, e o procurador-geral do município, Carlos Pinna Júnior.

O prefeito João Alves Filho, a exemplo do que houvera feito na reunião com donos de bares, externou solidariedade e preocupação, afiançando: “do que depender da Prefeitura, todos os esforços serão feitos para que não tenhamos uma decisão tão drástica, que representará milhares de desempregos na capital.

João Alves Filho afiançou, ainda, aos empresários que ontem, a exemplo do que fizera semana passada, foi novamente a Brasília e trabalhou nas tratativas para que seja encontrada uma solução harmoniosa para o problema, afirmando entender e respeitar toda preocupação com o meio ambiente – prova disso é que em sue gestão foi criada a Secretaria Municipal do Meio Ambiente -, mas que não pode deixar de olhar para dois setores importantíssimos: o social e o turístico.

Para o secretário Walker Carvalho, a reunião serviu para mostrar aos representantes da ABIH as preocupações da Prefeitura Municipal com o futuro do turismo em Aracaju. “O objetivo inicialmente é dar conhecimento aos hoteleiros que a PMA está muito preocupada com esta medida do Ministério Público Federal, que solicita a demolição dos bares da Orla de Atalaia. Achamos o cúmulo. Todos sabem que bar em praia é um atrativo, é um chamariz para qualquer turista e para o turismo. Isso seria um caos. A Semict juntamente com as entidades que fazem o turismo em Aracaju estão muito preocupadas, e o prefeito encabeça esta preocupação e tomará a frente de todas as reivindicações oficiais”, afirma o secretário .

A presidente da ABIH, Daniela Mesquita, também compartilha esta preocupação, e presume desempregos a curto e longo prazo. “A ABIH apoia a Prefeitura. Esperamos que juntos possamos buscar a melhor medida a ser tomada, para que não venha a acontecer a derrubada dos bares, pois com uma possível derrubada desses estabelecimentos, o turismo perderá muito com isso. Quando a gente sai pra vender Aracaju, pelo Brasil e no exterior, a gente vende praia e sol. Sem a estrutura dos bares que temos em Aracaju nós perdemos os turistas, que vem aqui e que buscam esta estrutura para desfrutar da cidade. Além de que o turismo sai perdendo. Imagine o desemprego e o prejuízo que poderão serem causados aos donos de bares! E é por isso que a ABIH está aqui para apoiar o prefeito”, conclui.

Desde a semana passada a Prefeitura de Aracaju vem promovendo reuniões com secretários, proprietários de bares e agora com o setor hoteleiro, em busca de soluções que facilitem as negociações com o Ministério Público Federal, bem como sensibilizar entidades para as questões sociais como o desemprego e as futuras perdas do setor turístico local.

Fonte: PMA

Foto: Marcos Borges

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: