Prefeitura de Aracaju dar inicio as obras de infraestrutura do Bairro 17 de março

joao -17 de março -obras-A Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) continua levando benefícios à cidade no mês em que a capital sergipana comemora 160 anos de existência. Na manhã da última sexta-feira, dia  13, os moradores do bairro 17 de Março presenciaram o prefeito João Alves Filho assinar a ordem de serviço para a execução da infraestrutura do local. Após longa paralisação das obras deixadas pela antiga Administração Municipal, a Prefeitura, através da Secretaria da Infraestrutura, assumiu toda a urbanização do bairro, inclusive de setores que eram de responsabilidade do Governo Estadual, para que a população do local não fosse ainda mais prejudicada pelos tramites burocráticos.

Mesmo conhecendo toda a situação do bairro, João Alves fez questão de acompanhar os moradores do local em cada rua, atendendo suas reivindicações e demonstrando a preocupação que o gestor Municipal tem com comunidade mais carente. A população elogiou a atuação do prefeito e agradeceu, emocionada, a atenção que, finalmente, eles estão recebendo do poder público.

A segunda etapa do bairro foi entregue pela antiga Administração Municipal sem calçamento, sistema de drenagem ou qualquer outra estrutura mínima que ofereça dignidade aos moradores, causando inúmeros transtornos à população. Para reverter essa situação o prefeito de Aracaju solicitou que as devidas providências fossem tomadas imediatamente.

De acordo com o prefeito de Aracaju, “a região do 17 de Março é um local em que deve haver uma atenção especial e maiores investimentos. Essa situação foi criada pelo ex-prefeito da capital que entregou a estruturas mal feitas e obras incompletas”, explicou João Alves esclarecendo que, a partir de hoje, a situação do bairro mudará.

joao -17 de março -obras-populaçao“Vamos mudar a vida da população desse bairro e entregar algo que os moradores merecem, com todo o respeito que tenho por eles. Realizaremos diversos trabalhos no local, até mesmo as que eram de responsabilidade da Deso, já que existiam muitas obras entrelaçadas. Acordamos com o órgão para assumir também essa parte para que o povo não sofresse mais ainda com a demora. Já existem obras em andamento e que serão inauguradas em alguns dias, como o espaço destinado a esporte e lazer”, revelou o prefeito.

O secretário da Infraestrutura, Luiz Durval, relatou que a paralização das obras no bairro se deu por uma concepção equivocada da Administração anterior, inclusive com erros de projeto. De acordo com o secretário, as obras que já começaram a ser realizadas contemplam toda a infraestrutura do bairro 17 de Março.

“Na Administração anterior foi montada uma engenharia de gestão para execução dessa obra envolvendo diversos órgãos do Município e do Estado, resultando numa situação trágica, pois a obra não andava. Após inúmeras reuniões, propusemos que a Prefeitura de Aracaju assumisse. Acordados, começamos a repensar o projeto e ver o que podia ser reaproveitado da obra inacabada. Faremos toda a infraestrutura do bairro como calçamento, terraplanagem, sistema de esgoto nas 36 ruas em oito meses”, concluiu.

O vereador José Américo, mais conhecido como Bigode, é um dos representantes da comunidade na Câmara de Vereadores. Satisfeito com o início das obras, o vereador agradeceu a iniciativa da Prefeitura de Aracaju de findar com a situação de abandono que foi deixada a comunidade do 17 de Março. “Tenho que agradecer ao prefeito João Alves Filho e a todos que fazem a Prefeitura de Aracaju pelo carinho e atenção que têm dado ao nosso bairro que tanto precisa desse trabalho”.

Obras

Algumas obras já foram concluídas no 17 de Março e Santa Maria. Já está em funcionamento o Centro de Triagem, e as Unidades produtivas da FUNDAT serão inauguradas no dia 18 de março. Além disso, foram recuperados também 16 blocos de apartamentos.

Estão em execução obras de infraestrutura do Marivan; a interligação da Avenida Quatro com a Alexandre Alcino; a construção de uma Praça de Esporte e Cultura; da Unidade de Saúde Osvaldo Leita; uma creche/escola Pró-infância, além da recuperação das casas do bloco dois que foram invadidas e depredadas por vândalos, totalizando o investimento de mais de R$ 37 milhões.

A infraestrutura do Bloco 2, a Unidade de Saúde Elizabeth Pita e a dragagem do Canal Santa Maria serão iniciadas em poucos dias. Já está em licitação a construção de uma maternidade, de outra Unidade de Saúde da Família e de uma Escola de Ensino Fundamental. Será realizada também a complementação da infraestrutura do Padre Pedro/ Valadares e a reforma dos 16 blocos de apartamento.

Os problemas com a falta de moradia não foram esquecidos. Segundo a presidente da EMURB, Socorro Cacho, em alguns meses haverá o chamamento de construtoras interessadas em construir moradias populares nas áreas remanescentes do bairro.

Por: Secom da PMA

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: