Prefeitura monitora evolução dos casos de covid-19

Aracaju tem registrado, nas últimas semanas, aumento de novos casos de covid-19 e, ainda que uma segunda onda esteja, teoricamente, descartada na capital sergipana, no momento, a Prefeitura Municipal, por intermédio da Secretaria da Saúde (SMS), reforça que o alerta para a pandemia continua expressivo.

Nas últimas 24 horas, a capital registrou 360 novos casos de covid-19. Com isso, subiu para 46.079 o número de pessoas diagnosticadas com a doença, em Aracaju. Destas, 125 estão internadas em hospitais; 4973 estão em isolamento domiciliar; 40.121 que estavam infectadas já estão recuperadas; e 860 vieram a óbito.

“Tivemos o pico do número de casos no mês de julho e, a partir dele, semana a semana, observamos o decréscimo, sobretudo do número de óbitos”, explica a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza”. Porém, pontuou a gestora, desde a segunda semana de novembro, no entanto, há um crescimento do número de casos.

“Isso é um reflexo da retomada das atividades, com uma circulação maior de pessoas, e também reflexo do número de testes que estão sendo disponibilizados à população, o que, entretanto, não diminui a preocupação com relação à doença”, frisa Waneska. De acordo com a secretária, houve uma ampliação da testagem, de 35%, em comparação ao primeiro semestre do ano.

“Fizemos um comparativo dos primeiros cinco meses, de março até julho, quando tivemos o nosso pico, e registramos cerca de 33 mil exames, isso contando o que a SMS e a rede particular. Deste número, 69% deram positivo. Quando passamos para o segundo semestre, de agosto a dezembro, conseguimos promover essa ampliação nas testagens. Também a partir de agosto, com o programa TestAju, passamos a testar pessoas que não têm sintomas, o que não fazíamos de março a julho. Quando começamos a testar essas pessoas assintomáticas, começamos a ver que, ao longo dos meses, o percentual de pessoas positivas assintomáticas era grande, chegando, em novembro, a 35%. Basicamente, esse número grande de pessoas positivas se dá tanto em virtude de o vírus ainda estar entre nós, sobretudo por conta da abertura das atividades econômicas, mas, principalmente, pela testagem que ampliamos”, avalia a secretária.

Foto: Sérgio Silva

Fonte: PMA

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...