Produtos irregulares da Ades não chegaram a Aracaju

 

adesA Coordenação da Vigilância Sanitária (COVISA) de Aracaju esclarece que os produtos da linha Ades irregulares divulgados pela resolução Nº1005 de 15 de março de 2013  da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) não chegaram a cidade de Aracaju.

 

O coordenador da Vigilância Sanitária, Ávio de Britto. esclarece que os fiscais da COVISA já atuaram nos principais estabelecimentos de venda e distribuição dos produtos Ades  e contataram que nenhuma empresa de Aracaju e do Nordeste recebeu o material com o lotes irregulares. “Não há motivo para pânico. Os produtos irregulares não chegaram ao Nordeste já que a linha de produção onde houve a falha no processo de fabricação não abastece nenhuma das cidades e estados da região”, enfatiza o coordenador da COVISA.

 

Ávio Britto esclarece que só está suspensa (proibida) a comercialização de produtos oriundos da linha de produção TBA3G que podem ser identificados pelos lotes que possuem as iniciais AG (A, significa a fábrica de Pouso Alegre e G, a linha de produção TBA3G).

 

“Os próprios estabelecimentos da capital sergipana já foram vistoriados e orientados pela COVISA e agora já estão de olho nos seus estoques, observado os lotes dos produtos antes mesmo de levá-los as prateleiras. Além disso, em caso de qualquer suspeita, os próprios consumidores também podem, no momento da compra, constatar se existe na identificação do rótulo do produto o número de lote acima discriminado (TBA3G)”,  explica Ávio.





 

Denúncias e orientações

 

Coordenação da Vigilância Sanitária de Aracaju ainda informa que está à disposição de todos os cidadãos para o recebimento de denúncias e tirar dúvidas pelo telefone (079) 2106-9760.

  

Fonte:Saúde Comunicação

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: