Professores da UFS querem intermediação da OAB/SE

reuniao-com-professores-ufsAcompanhados do vice-reitor, professores solicitam interferência da OAB/SE na busca de solução para conflito com estudantes.

No Palácio da Cidadania, prédio onde funciona a sede administrativa da OAB/SE, os professores da Universidade Federal de Sergipe (UFS) foram recepcionados pelo presidente da entidade, Carlos Augusto Monteiro Nascimento.

Na oportunidade, o vice-reitor, Ângelo Antoniolli, fez um relato sobre a situação da Reitoria, cujas instalações foram ocupadas pelos estudantes do Curso de Comunicação. Além do vice-reitor, compareceram à OAB/SE, os professores Fernando Barroso, chefe do Departamento de Comunicação Social (DCOS), o assessor jurídico da universidade, Paulo Celson Rego Leó, Messiluce Hansen, diretora da Ascom e da Rádio UFS, e Josenildo Guerra, representando os professores.

O diretor do Departamento do Curso de Comunicação, professor Fernando Barroso, entregou ao presidente da OAB/SE cópia de um documento contendo as principais demandas do Curso de Comunicação, que parece estar em sintonia com as reivindicações dos estudantes.

Para o professor Barroso, o maior problema está na gestão da rádio UFS, cujo modelo adotado pela reitoria se contrapõe com os interesses dos estudantes. “Se formos aplicar da maneiras que eles querem, nós não avançaremos, com certeza teremos um retrocesso”, conceituou o professor Josenildo Guerra.

O presidente da OAB/SE ouviu as ponderações dos docentes e se comprometeu a debater a questão com os demais diretores da entidade, na tentativa de encontrar um meio de viabilizar intermediações em busca de solução para o conflito.

Na sexta-feira da semana passada, dois estudantes, representantes do Curso de Comunicação da UFS, Vínícius de Oliveira, membro da Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social (Enecos), e Arios Maia, do Diretório Acadêmico de Comunicação Social, também procuraram apoio da OAB/SE.

No Palácio da Cidadania, eles foram recepcionados pelo vice-presidente Maurício Gentil, que, da mesma forma, informou que levaria a questão para ser debatida com os demais diretores para que fosse encontrada estratégia de entendimentos favoráveis a ambos os segmentos.

Fonte: ASCOM  da OAB/SE

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...