Profissionais da Saúde de Maruim devem entrar em greve por atraso salarial

44
Foto: Sintasa

Conforme deliberação em assembleia recente, os funcionários da saúde, representados pelo Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), devem começar nesta quarta-feira, 9, uma greve por tempo indeterminado por conta do atraso salarial de maio, cuja rotina de atraso tem sido uma constante pela Prefeitura Municipal de Maruim.

Diga-se que, no dia 26 de maio, o Sintasa já havia protocolado ofícios tanto na Secretaria Municipal de Saúde como na prefeitura, alertando da possibilidade de greve, caso não houvesse o pagamento da folha salarial em até o quinto dia útil do mês, que neste caso, o prazo se encerra nesta terça-feira, 8.

“Essa prática de atraso vem ocorrendo com muita frequência. Os trabalhadores não têm data para receber o salário e isto é inadmissível. E o Sintasa não aceita isto”, afirma o presidente do sindicato, Augusto Couto, avisando que estará com a diretoria do Sintasa, nesta quarta-feira, no Hospital Nossa Senhora Boa Hora, em Maruim.

Por: Sintasa

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: