Radialistas de Sergipe fecham a rádio Rede Ilha FM em Aracaju

Radialistas fecham a REDE ILHA FM -RADIALISTAS-STERSTS-FITERT-SEEB-IMPRENSA1-ATO-FECHAMENYODesde o início da madrugada desta terça-feira, dia 25, os trabalhadores em Rádio e TV através do seu “Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Rádio, Televisão Aberta, por Assinatura e Publicidade do Estado de Sergipe (STERTS)”, fecharam mais um veículo de comunicação em Aracaju. Desta vez, foi à rádio Ilha FM 102,3 localizada na Rua de Estância, centro comercial da capital sergipana.

O motivo do ATO PÚBLICO seria o não avanço da campanha salarial da categoria. De acordo com o presidente do STERTS, Fernando Cabral, desde as cinco últimas campanhas salariais vem tentando junto à classe patronal, a implementação do VALE ALIMENTAÇÃO “neste momento, nós só abriremos mão da campanha salarial para fechamento com a implementação do vale alimentação”, explica o presidente.

Radialistas fecham a REDE ILHA FM -RADIALISTAS-STERSTS-FITERT-SEEB-IMPRENSA1-ATO-FECHAMENto-ilha fmAlém da Ilha FM, outras emissoras de rádio e tv estão na pauta, a exemplo da Rádio Jornal,TV Sergipe e o Sistema Atalaia de Comunicação “esperamos não precisemos chegar ao ponto de fechar mais nenhuma. Esperamos que hoje , o sindicato patronal sinalize com o fechamento da campanha salarial e avance implementando o vale alimentação”, espera.

A proposta do Sindicato dos Radialistas é de 20 Ticks de R$ 20, 00 mais o STERTS faz questão de destacar que “abrimos mão do valor, o patrão pode dizer quanto quer implementar e quando quer começar a pagar os tickts, se é em setembro, outubro…A gente quer a implementação” explica Cabral.

Radialistas fecham a REDE ILHA FM -RADIALISTAS-STERSTS-FITERT-SEEB-IMPRENSA1-ATO-FECHAMENYO-“Nós chegamos as 02h da manhã e pretendemos sair tão logo à classe patronal avance nas negociações. Se chegar agora, as 08h com uma POSIÇÃO POSITIVA da implementação do vale alimentação, levantaremos âncora e partiremos com o nosso barco avante”, declara Fernando Cabral.

O ato conta com apoio da FITERT,Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Sindicato dos Bancários de Sergipe, Sindicato dos Auditores Fiscais (SINDFISCO), Sindicato dos Vigilantes, Sindicato dos Guardas Municipais de Aracaju, Sindicato dos Gráficos, SINTRASE, SINTASA, Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Associação dos Delegados de Sergipe (Adepol) entre outras categorias de trabalhadores de Sergipe.

Vale lembrar, que no último dia 03 de agosto, a emissora Rádio 103 FM, foi fechado pelo ATO PÚBLICO promovido pelos trabalhadores (STERTS).


Por: www.imprensa1.com.br

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: