Semana de Conciliação fecha mais de R$1,5 milhão em acordos no TRT20

Uma semana resolutiva e de celeridade processual. Esse é o balanço da XIV Semana Nacional de Conciliação, que aconteceu entre 4 e 8/11 em todo o País. O TRT20, por meio do Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (CEJUSC), realizou mais de 200 audiências e o volume de acordo ultrapassou R$ 1.500.000,00.

Segundo dados do CEJUSC, foram realizadas 112 audiências de processos em fase de conhecimento, com 39 acordos homologados. Os valores acordados entre as partes totalizaram R$ 337.204,71. Com relação a processos em fase de execução, houve 97 audiências de conciliação, com 22 acordos fechados. Nos cinco dias de evento, as homologações totalizaram R$ 1.287.830,63.

Durante a semana, 18 conciliadores se revezaram no atendimento a 503 pessoas. O advogado Firmo Ramos elogiou a ação. “A Justiça do Trabalho em Sergipe é ágil e ajuda muito as partes a resolverem esses litígios. Neste caso que acompanho, tratava-se de uma conciliação relativa a uma indenização da empresa. Foi feito o acordo. Tudo perfeito.”, afirmou o advogado.

A Semana de Conciliação refletiu o que se tem observado ao longo dos últimos anos no TRT20. “Há um crescente ânimo de harmonização dos interesses em conflito, por meio de acordos judiciais durante a audiência inaugural, evitando as incertezas da fase de acertamento e as dificuldades comuns ao cumprimento de sentença. Para se ter uma ideia do êxito dessa via de resolução de conflitos, em dois dos três dias da pauta foram conciliados cinquenta por cento das reclamações trabalhistas agendadas”, explicou a chefe substituta do CEJUSC, Rosenilde Costa.

O Juiz Coordenador do CEJUSC, Antônio Francisco Andrade, falou sobre a importância da Semana Nacional de Conciliação. “A gente faz um esforço permanente, mas existe a intensificação dessa campanha nacional feita pelo CNJ. O Poder Judiciário descobriu que não consegue dar conta das demandas que possui. Então, a melhor forma de antecipar esse resultado e satisfazer as partes seria conciliando”, concluiu.

 

Foto: Divulgação TRT20

Fonte Assessoria de Comunicação Social TRT20

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: