Semict discute com órgãos melhorias para o Centro Comercial de Aracaju

unnamedO Secretário Municipal da Indústria, Comércio e Turismo de Aracaju (Semict), Walker Martins Carvalho, reuniu nesta segunda-feira, 9, representantes da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) e Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) para tratar de demanda de reinvindicações por parte do centro comercial de Aracaju, bem como dos Centros de Atendimento ao turista (CAT’s).

O objetivo da reunião foi articular a resolução dos problemas dentro das possibilidades da gestão municipal. Foram discutidos pontos de ações como infraestrutura do centro, segurança em torno do mercado assim como intensificar a presença da guarda municipal nos mercados centrais e nas proximidades do CAT para que desta forma sejam inibidas as ações de marginais que circulam pela localidade. Na oportunidade foi salientado a possibilidade de um monitoramento eletrônico.

Ainda no plano da segurança, ficou definido que o Ministério Público será acionado, no sentido de tomar providências a respeito das drogas e prostituição na região dos mercados municipais. Sobre acessibilidade foi colocado em discursão algumas ações para incrementar e trazer mais conforto para os deficientes que circulam por aquela região. Ao final da reunião foi debatido sobre o plano municipal de carga e descarga bem como a demarcação de área para tal.

Participação

Para Walker Martins, esta reunião foi um ponto de partida para se chegar a uma resolução. “Fizemos esta reunião por entendermos que desta forma estamos dando um pontapé inicial para que tenhamos um centro comercial mais seguro e com mais conforto tanto para quem se utiliza dele para compras como também para aqueles que têm seu comércio. Um centro comercial mais dinâmico fortalece as relações, gera emprego e otimiza a economia local”, enfatiza.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL), Brenno Barreto, ressalta a importância de ter reuniões frequentes para abordar o assunto. “A reunião foi muito proveitosa. Este é o ponto crucial onde a CDL vem fazer este elo de ligações onde existe a demanda do comércio e a necessidade da Prefeitura. Eu acho de extrema valia perdurar por algum período essas reuniões  até que exista o cumprimento da necessidade de forma que não atrapalhe o comércio”, conta.

Maurício Vasconcelos, vice-presidente da Associação Comercial e Empresarial do estado de Sergipe (Acese), revela que a reunião foi positiva e aberta a discursões em busca de soluções para o centro comercial. “Esta reunião foi ótima tendo em vista que está tentando arrumar soluções para os problemas que enfrentamos no centro da cidade. Acho que estamos avançando naquilo que temos como objetivo a alcançar: que é dar uma melhor condição àqueles frequentadores que se utilizam daquele espaço”.

A ocasião contou com a participação também de representantes da Guarda Municipal, Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL) e da Associação Comercial e Empresarial do estado de Sergipe (Acese).

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: