Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Senador Amorim contesta deslealdade apontada pelo deputado Rogério Carvalho

SENADOR-AMORIM-ENTV“Não estou preocupado em disputar a paternidade, nem há risco algum de deixar de fazer a minha campanha em favor da implantação do Hospital do Câncer. Em todos os momentos, nosso grupo foi correto e leal ao governador Marcelo Déda (PT). Desleal é não lutar pelo tratamento adequado para as pessoas que precisam”.

A declaração foi feita, na noite desta sexta-feira, 07 de outubro, pelo Senador da República Eduardo Amorim (PSC), ao estabelecer contato com a produção do Cabaré de 5ª, pedindo direito de contestação às declarações feitas pelo deputado federal Rogério Carvalho (PT), durante a 38ª edição do NósnoCabaré.comConvidados.

ROGERIO-CARVALODurante a sabatina, instado a comentar a paternidade do projeto de implantação do Hospital do Câncer, Rogério Carvalho declarou: “É uma injustiça! Uma violência sem tamanho! Uma deslealdade com o govenador Déda patrocinar esta disputa pela paternidade do Hospital do Câncer”.

Eduardo Amorim reafirma correção e lealdade do seu grupo para com Marcelo Déda e informa que, com frequência, tem conversado com o governador para que priorize a construção do hospital do câncer dado à importância e necessidade dos pacientes. “Violência é não ser sincero e correto, em dizer o que precisa ser dito. Dizendo sim, quando for sim, e dizendo não, quando for necessário”, rebateu, resumindo na “construção de uma relação de concordâncias e questionamentos”.

Ele declara que, desde 2006, o seu agrupamento tem mantido uma relação de lealdade, dando sustentação ao governo na Assembleia Legislativa, na Câmara dos Deputados e, agora, no Senado da República.

Para o senador, desleal é manter os pacientes sem o tratamento especializado. “Meu sonho é ver este hospital funcionando, atendendo as pessoas que precisam de tratamento”, disse, lembrando que o seu sonho é partilhado por toda sociedade sergipana que, através do abaixo-assinado, já manifesta seu desejo com mais de 200 mil assinaturas.

Mobilização –

Eduardo Amorim também informa que sua iniciativa pelo projeto é antiga, lembrando que, desde que esteve deputado federal, vem trabalhando junto à bancada federal, estadual e municipal, além do governo do Estado, independente de cor partidária, pela mobilização em favor do hospital. “Eu procurei a maioria dos deputados da bancada de Sergipe, os senadores, os deputados estaduais, para esta mobilização.

gilmarGilmar Carvalho foi um dos deputados que encampou o projeto. Eu procurei pessoalmente o Rogério Carvalho, pedindo que intervenha junto ao Ministério da Saúde para conseguir a liberação dos recursos.

Meu sonho é ver o Governo Federal, junto com o Governador Déda, conseguirem a implantação do hospital para oferecer aos pacientes o direito de serem atendidos em um pronto socorro oncológico, com equipamentos e pessoal especializados nos seus tratamentos”, esclareceu.

Emenda 

– O senador contesta com veemência a informação de Rogério Carvalho de que tenha sido provocado a apresentar a emenda de bancada, a partir da informação dada pelo médico cirurgião plástico Márcio Barreto, durante a inauguração do Hospital de Porto da Folha, em janeiro de 2010, em solenidade na presença de Carvalho e do governador.

“A convicção é muita antiga. Muito anterior a eu ser médico especialista em dor. Anterior a eu ser secretário da Saúde. A convicção existe desde que concluí a residência e retornei a Sergipe, fazendo atendimento aos pacientes oncológicos no Hospital Geral João Alves Filho, no Hospital Universitário e nos bairros, numa Kombi da Avosos, com psicólogos e anestesistas”, relatou.

LDO

SENADOR-AMORIM-ENTV– Eduardo Amorim garante poder provar sua iniciativa anterior ao encontro com o cirurgião plástico Márcio Barreto. “Antes de 2010, como deputado federal, apresentei emenda à LDO para o hospital do câncer, que não foi aprovada na Comissão Mista do Orçamento, no Congresso Nacional”, explicou.

O senador informa portar documentos para provar a informação. Ele entende que, da parte do seu grupo, não falta absolutamente nada para uma relação harmoniosa com o grupo do governador. “Acho que tem gente incomodada, querendo botar cmbustível nesta relação para criar conflito entre os grupos”.

Questionado se as citações ao seu nome como futuro candidato ao governo de Sergipe no processo eleitoral de 2014, Eduardo Amorim afirmou nunca ter declarado candidatura em público, nem em ambiente familiar. “Este é o meu estilo. O meu jeito de ser. Tem gente que já declarou. Eu não sou assim. Este é o meu caráter. No tempo certo, na hora certa, as coisas se definirão”, concluiu.

LEIA MAIS NOTÍCIAS E VEJA VIDEOS CLICANDO AQUI!

Fonte: http://www.bellamafia.org/

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...