Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Senador destaca uma mobilização política de proteção a ex-funcionários da SUCAM intoxicados com pesticidas

SEN1O senador Eduardo Amorim (PSC-SE) teve participação na manhã da terça-feira, 25, na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, que ouviu trabalhadores da extinta Superintendência de Combate à Malária (Sucam) de todo o país.

A audiência prestou esclarecimentos sobre as condições de saúde dos ex-funcionários da Sucam, intoxicados pelo DDT durante a utilização desse inseticida no trabalho de campanha contra as endemias de toda a natureza no Brasil.

“Ouvimos aqui problemas de saúde herdados pelos trabalhadores que nos livraram de diversas endemias.

Observamos casos de câncer, neuropatias e problemas hepáticos causados por anos de trabalho com o DDT e outros produtos tóxicos sem a proteção e treinamento adequados”, disse Amorim completando ainda que as causas de saúde são perceptível em todos os estados e com maior enfoque na Região Norte e Nordeste.

Segundo o senador, ao longo dos anos, foram realizadas várias audiências pelos estados mais afetados e é esperado soluções imediatas.

Para o parlamentar, essa questão é de humanidade e, sobretudo, de justiça em prol de quem prejudicou a própria saúde em benefício do bem estar da população em geral.

“Deve existir uma mobilização política no sentido de conseguir dar a proteção necessária a esses ex-funcionários públicos e de imediato tenham tratamento de saúde digno e compatível com suas seqüelas, aposentadoria especial a todos os intoxicados, indenização pelos danos morais, físicos, psicológicos e materiais devido à contaminação”, disse Amorim.

Segundo o presidente da Associação DDT – “A Luta Pela Vida”, Aldo Moura, as audiências públicas são um pedido de socorro.

“Solicitamos o empenho dos senadores nessa causa, queremos colocar nossas propostas na mesa e ouvir os órgãos competentes como Ministério da Saúde e a Funasa.

Sugerimos que seja criado um banco de dados nacional para um monitoramento dos doentes.

Ressalto, ainda, que esse é um problema nacional e por isso estamos no Congresso”, afirmou Moura, que fez um relato emocionado, apresentando fotos de colegas com graves problemas de saúde.

Leia mais…

Fonte:  http://www.eduardoamorimpsc.com.br

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...