Sindicalistas farão visitas aos poderes de Sergipe para pedir apoio sobre impasse

SINDICALISTAS-ATO PUBLICO-MANIFESTAÇAO-PALACIO DOS DESPACHOS-GREVE-CABRAL-ENTIDADES-ENTIDADES SINDICAIS -IMPRENSA1-MARCOS COUTO-02Sexta-feira, dia 17, as lideranças que compõe o Movimento Intersindical dos Trabalhadores do Serviço Público de Sergipe avaliaram positivamente o resultado da paralisação e dos protestos unificados dos dias 15 e 16.

Nesta segunda-feira, dia 20, às 09h, os sindicalistas visitarão os poderes Legislativo, Judiciário e Tribunal de Contas para solicitar a contribuição das instituições na resolução do impasse existente entre governo e servidores. Eles também anunciam novos protestos para o dia 4 de agosto, com indicativo de paralisação.

SINDICALISTAS-ATO PUBLICO-MANIFESTAÇAO-PALACIO DOS DESPACHOS-GREVE-CABRAL-ENTIDADES-ENTIDADES SINDICAIS -IMPRENSA1-MARCOS COUTO-00Ao contrário da sinalização do secretário de Estado de Planejamento, Augusto Gama, em debater de forma isolada com cada categoria, os sindicalistas decidiram que as conversas com o governo estadual, em torno da pauta comum dos servidores, deverão ser feitas em mesa unificada de negociação.

“Constatamos que a paralisação cumpriu seus objetivos. A adesão ao movimento paredista ocorreu de forma satisfatória, com uma expressiva presença de trabalhadores nos atos desses dois dias. No nosso entendimento, a união das categorias continua sendo fundamental para alcançarmos nossas reivindicações”, afirma o presidente da Associação dos Delegados da Polícia Civil (Adepol), delegado Paulo Márcio.

Quanto à visita dos sindicatos aos poderes Legislativo, Judiciário e TCE/SE, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), João Alexandre diz que eles vão expor a essas instituições argumentos e expectativas das categorias. “Entendemos que esses poderes são independentes, mas fazem parte da estrutura do Estado e podem contribuir na solução do impasse”, afirmou.

SINDICALISTAS-ATO PUBLICO-MANIFESTAÇAO-PALACIO DOS DESPACHOS-GREVE-CABRAL-ENTIDADES-ENTIDADES SINDICAIS -IMPRENSA1-MARCOS COUTO-03Possibilidades financeiras

Para o presidente do Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco), Paulo Pedroza, o governo insiste na impossibilidade financeira de atender os pleitos, porém, as dificuldades atuais não são superiores as enfrentadas em 2009. “Naquele ano, a administração estadual reajustou os salários dos servidores”, lembra o sindicalista.

Ato e paralisação

O ato unificado dos servidores estaduais marcado para o dia 4 de agosto, às 08h, será realizado em frente à Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). Para este dia, os sindicalistas sugerem paralisação de 24h, a ser aprovada em assembleias setoriais das categorias envolvidas no Movimento Intersindical.  A reunião desta sexta marca o sétimo encontro unificado.

Por: Dea jacobina /Ascom Intersindical

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: