Sindiprev critica contratação de mil militares para atuar no INSS, e pede convocação de servidores aposentados

O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho e Previdência Social no Estado de Sergipe (Sindiprev) classificou a medida anunciada pelo governo de convocar militares da reserva para ajudar nos trabalhos do órgão previdenciário como muito pouco producente, ilógica e que, no frigir dos ovos, não vai resolver o problema nem a médio nem a longo e muito menos a curto prazo.

Para o Sindiprev a introdução de militares para reduzir as filas pela espera da análise e conclusão da concessão de benefícios será inócua, tendo em vista que esses militares irão ficar apenas no atendimento de distribuição de senhas, de uma informação básica, pontual.

Neste momento o que realmente precisamos é de pessoas já prontas, preparadas para atender essas demandas. A demanda principal é por análise e concessão de benefícios, e não por atendimento inicial.

Assim, a decisão mais correta, a médio e longo prazo, seria a de abertura de concursos públicos, tendo em vista o déficit de milhares de servidores no e INSS.

A curto prazo, o que resolveria isso, seria a convocação de servidores do próprio nesse esse e que se aposentaram recentemente. Eles já tem o know-how da atividade e poderiam atuar estrategicamente na demanda essencial das filas, que é análise e concessão de benefícios, coisa que os militares não saberão atuar. Sendo assim, a medida é extremamente equivocada.

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: