Suspeito de assaltar banco em Pacatuba morre em confronto com a polícia de Salvador

Desde março, sete criminosos já haviam sido capturados pela Polícia Civil

Foto: SSP/SE

Policiais do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil da Bahia, após troca de informações com o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) da Polícia Civil de Sergipe, prenderam, na região metropolitana de Salvador, Adriano Santos Souza, 37 anos, investigado por ser integrante de um grupo responsável por ataques a agências bancárias e uma lotérica. A prisão ocorreu na quarta-feira, 8, e foi divulgada nesta sexta-feira, 10.

Segundo relato policial, o acusado já possuía passagem pelo mesmo crime. Além disso, também era explosivista do grupo e tinha mandados de prisão em aberto pela Justiça da Bahia e de Sergipe, relativos a roubos de bancos. O criminoso, inclusive, é um dos remanescentes da ação que explodiu a agência do Banco do Brasil em Pacatuba/SE.

Horas após o assalto a uma agência bancária no dia 03 de março deste ano, foram presos em flagrante Rafael da Silva Santos, 26 anos; Ariana Pinheiro Santos, 19 anos; e Jacqueline Maria de Jesus, 23 anos. Já em 23 de abril, foram capturados Antônio Jesus dos Santos, 51 anos, conhecido como “Coroa”; e Alex Dorneles de Faria, de 45 anos.

No momento da abordagem, Antônio reagiu atirando contra as equipes e acabou sendo alvejado em confronto. Ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Em 26 de abril, foram cumpridos os mandados de prisão contra José Aldair Pinheiro dos Santos, 21 anos, conhecido como “Gago”, e Fabiano Monteiro dos Santos, 23, conhecido como “Nino”.

Fonte: SSP/SE

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...