Suspeito de atirar no delegado Marcelo Hercos é levado para o presídio COMPAJAF

No final da manhã desta quinta-feira, dia 07, Wellington de Carvalho Bispo, após passar pelo exame de corpo de delito no IML de Sergipe, ele foi levado preso para o presido do Bairro Santa Maria em Aracaju, o Complexo Prisional Jacinto Filho (COMPAJAF).

O suspeito “Wellington de Carvalho” é apontado como sendo a pessoa que atirou contra o delegado da polícia civil de Sergipe, Marcelo Hercos, no dia 21 de setembro deste ano, em uma abordagem policial no estacionamento de um posto de combustível, localizado na zona sul da expansão da capital sergipana.

O homem que já estava sob a custódia da justiça não precisou passar por audiência de custódia após o exame. Falando nisso, o Portal Imprensa1 através do repórter Marcos Couto, conseguiu flagrar o momento da chegada do preso no IML.

Entenda todo caso, clicando aqui !.

O DIA DO CRIME : AQUI !

 

SOBRE A CHEGADA DO PRESO A SERGIPE

LEIA : SSP-SE

A Justiça da Bahia autorizou, nesta quarta-feira, 6, o recambiamento de Wellington de Carvalho Bispo, autor dos disparos de arma de fogo que atingiram o delegado Marcelo Hercos, durante abordagem em um posto de combustível da Zona de Expansão de Aracaju. A decisão da Justiça de Sergipe já havia sido proferida no último dia 29. Wellington foi ouvido em Salvador e será trazido para Aracaju, onde ficará no Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e prestará depoimento à Polícia Civil.

O crime foi praticado por três homens – além de Wellington, Manuel Santos Farias Neto e Daniel dos Santos – que estavam em um posto de combustível na Zona de Expansão da capital, na tarde da terça-feira, 21 de setembro. Manuel e Daniel foram presos no dia seguinte ao crime por equipes do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), em uma vegetação nas imediações da Orla de Atalaia. Um quarto homem, o Cristian Magno dos Santos Cruz, foi apontado como o responsável pelo aluguel do veículo.

Cristian Magno dos Santos Cruz não chegou a vir a Sergipe e foi preso em Salvador, já estando custodiado em Aracaju. O grupo estava em Sergipe praticando estelionato por meio do repasse de notas falsas de R$ 200. Após o crime, Manuel e Daniel abandonaram o veículo no fundo do shopping que está em construção na Zona de Expansão. Dias após, em 27 de setembro, a arma do delegado foi encontrada também próximo à obra. A arma está sendo periciada.

Por: SSP/SE

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...