Suspeito de matar a esposa gravida de oito meses já está no presídio

FEMINICÍDIO: VÍTIMA: Jackeline da Costa Melo,de 22 anos /SUSPEITO:), Edielson Santos Vidal, de 31 anos.


FEMINICÍDIO: No final da tarde dessa sexta-feira, dia 20 de agosto de 2021, a justiça de Sergipe mandou para o presídio do Bairro Santa Maria em Aracaju “Complexo Penitenciário Antônio Jacinto Filho (COMPALAF), Edielson Santos Vidal, de 31 anos. Ele é  suspeito de matar a facadas a própria esposa grávida de oito meses, no início da manhã da quinta-feira, dia 19, na residência recém alugada pelo casal, localizada na Travessa Santa Cecília, no Povoado Robalo, Zona de Expansão de Aracaju.

A prisão preventiva foi decretada em audiência de custódia pelo juiz de direito, Daniel Leite da Silva. Onde vale lembrar, que o suspeito não ficará no COMPAJAF. Pois, há uma previsão que o mesmo seja transferido neste sábado, dia 21, para o Complexo Penitenciário Dr. Manoel Carvalho Neto (COPEMCAN) no município de São Cristovão.

Até o início da tarde deste sábado, 21, o corpo de Jackeline da Costa Melo. de 22 anos ,ainda não tinha sido liberado pelo Instituto de Medicina Legal de Sergipe (IML). De acordo com uma fonte do Portal Imprensa1, familiares da vítima estavam precisando apresentar algumas documentações necessárias para liberação do corpo, que poderá ser cremado em Sergipe e as cinzas, levadas para  a cidade de Campo Grande no Mato Grosso do Sul.

ENTENDA O CASO

De acordo com as informações que chegaram para o Portal Imprensa1, a Jovem Jackeline da Costa foi vítima de feminicídio de um homem que era um LOBO com pele de CORDEIRO “Edielson Santos Vidal”.

Um homem agressivo, ciumento e dominador. Foi como ele tinha se apresentado a Jackeline em 2017. Ano que se conheceram no interior do Mato Grosso do Sul, através de um aplicativo de mensagem.

Mas, ao passar do tempo ele foi mostrando quem era de verdade, coisa que assustava os familiares da jovem que por sua vez, a davam conselhos para terminar esse relacionamento possessivo e irracional. Onde algumas pessoas acreditam que a motivação do crime teria sido ciúmes da esposa por ela ser bonita, gentil e uma pessoa comunicativa.

Membros da família da vítima chegaram a presenciar alguns momentos dessas agressões sofridas por Jackeline, e que para completar, disseram a polícia e a imprensa que Edielson tentou assediar a irmã de Jackeline quando na época ela estava se recuperando de uma cirurgia (acamada).

Esses atos possivelmente contribuíram para ele sair do Mato Grosso do Sul e vir morar em Aracaju com a esposa, no referido local onde aconteceu o crime.

As informações dão conta, que a cerca de dez dias, o casal morava na referida casa, e só ele “Edielson”, aparecia na porta de casa e falava com um dos vizinhos. Enquanto Jackeline ficava praticamente trancada em casa, como se estivesse em cárcere privado. Ele chegou até procurar emprego em uma obra da Orla da Praia de Aracaju e já estava prestes a começar a trabalhar com ajudante de pedreiro.

Mas, foi na madrugada dessa quinta-feira, dia 19, que alguns vizinhos ouviram gritos de socorro vindo da casa do casal.  Momentos depois, o local ficou em silêncio e ele “Edielson Santos Vidal”, saiu da residência com destino ignorado. A polícia ao ser chamada verificou que uma mulher tinha sido praticamente degolada dentro do banheiro da residência e estava com sinais de agressões físicas pelo corpo. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) quando chegou ao local, verificou que Jackeline e sua filha (na barriga) já estavam em óbitos.

O principal suspeito foi preso em flagrante pelos policiais militares de Sergipe lotados no Batalhão de Turismo (BPTUR) dentro da casa tranquilamente como se nada tivesse acontecido e confessou ter assassinado a esposa alegando ter sido traído. O tenente coronel Jorge Cirilo, foi quem comandou a operação de prisão e procedimentos cabíveis no local.

Por: Portal Imprensa1

Fotos: Colaboradores do Portal Imprensa1, Redes Sociais e PM

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...