Taxista morre com tiro de 12 na cabeça

TAXISTASexta-feira, 13, e mais um taxista tem sua vida ceifada, crime esse com características de execução, está é a única certeza sobre a morte do trabalhador, identificado como José da Rocha Filho, de 55 anos, que residia na Travessa Otacílio de Holanda, 64, no Villa Campestre II, parte alta de Maceió.

O profissional tinha acabado de chegar em casa, junto com o amigo, o também taxista Jorge Carlos Santos da Silva, de 40 anos.

No momento que conversavam em um Corsa Classic, placa NMD 2547/AL , três homens se aproximaram e deram ordens para Jorge Carlos sair do local pois o “assunto não era com ele”.

Jorge Carlos, que dirigia o Corsa, acelerou cerca de 400 metros e ao ouvir os disparos retornou encontrando o amigo morto.

Os desconhecidos estavam armados com uma espingarda calibre 12, outro com um revólver e o terceiro com um facão. A vítima morreu com um tiro de 12 na cabeça.

José da Rocha que era evangélico também era diarista. Segundo a mulher dele, todos os inícios de noite, a vítima retornava para casa no Corsa, junto com o colega.

Os dois dividiam o aluguel do veículo. Após o assassinato, segundo a testemunha, os três correram até um canavial, onde desapareceram. Polícia foi informada que há pouco tempo José da Rocha havia revelado para a família que estava sofrendo ameaças, mas não tinha dado outros detalhes.

Redação imprensa 1 ( com informações do Portal Emergência 190)

Foto: Emergência 190

Fonte: http://emergencia190.com.br

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: