Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

TRE nega registro de candidatura a Valmir de Francisquinho

O candidato a governo de Sergipe foi condenado por abuso de poder político e econômico e está inelegível até 2026

Na sessão desta quinta-feira, 8, por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) negou o registro de candidatura a Valmir dos Santos Costa, o Valmir de Francisquinho. O Ministério Público Eleitoral impugnou o registro de candidatura dele ao Governo do Estado de Sergipe, por ter sido condenado por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2018.

De acordo com a ação do MP Eleitoral, Valmir de Francisquinho, que era prefeito do município de Itabaiana à época do pleito de 2018, usou da estrutura da prefeitura para potencializar a campanha eleitoral do filho, Talysson de Valmir. A condenação do TRE/SE já foi confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Diante dos fatos, o MP Eleitoral argumentou que a condenação do TSE leva à inelegibilidade por oito anos, a contar das eleições de 2018, consequentemente, ele e o filho, Talysson ficam impedidos de se candidatar até 2026.

Por: MPF/SE

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...