Três pessoas são presas em flagrante por venda clandestina de gás de cozinha

Policiais civis da 5ª Delegacia Metropolitana executaram nesta terça-feira, 10, uma operação com o intuito de reprimir a venda clandestina de GLP, o popular gás de cozinha. Diversas ações conjuntas são feitas entre Polícai Civil, Ministério Público e órgão de aferição e defesa do consumidor para evitar o comércio ilegal desse produto.

A repressão a esse tipo de comércio foi solicitada pelo Ministério Público e após o levantamento dos locais de possível venda clandestina, foi realizada a operação. Três pessoas foram presas em flagrante nos conjuntos Fernando Collor e João Alves Filho. Com a operação, também foram apreendidos dezenas de botijões de gás.

O delegado Marcelo Pais salienta que o perigo da ilegalidade no comércio deste tipo de material é a precariedade no armazenamento dos botijões. O risco de ocorrerem explosões e incêndios é grande, visto que os botijões eram mantidos escondidos em quartos fechados e abafados, não seguindo as ordens de recomendação da Agência Nacional de Petróleo – ANP.

 

Fonte: SSP/SE

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: