Tribunal de Contas aponta irregularidade na Prefeitura de Itaporanga

TCE-CONSELHEIROS -TRIBUNAL DE CONTAS-ASCOMO conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE), Luiz Augusto Carvalho Ribeiro, votou pela irregularidade, com multa de R$5 mil, à gestora Maria das Graças Souza Garcez, conhecida com “Gracinha”, da Prefeitura de Itaporanga D’Ajuda, em relação ao período auditado de 2008, baseado no relatório de inspeção do TCE.

A decisão foi tomada na sessão da Primeira Câmara do tribunal, dessa terça-feira, dia 30, que contou com o julgamento de 12 processos. A primeira parte da sessão foi presidida pelo conselheiro Clóvis Barbosa e a segunda pelo conselheiro Luiz Augusto. Participaram ainda a conselheira Angélica Guimarães e o conselheiro substituto Rafael Fonseca, além do procurador João Augusto Bandeira.

O Conselheiro, Luiz Augusto, votou ainda pela legalidade com paridade em cinco processos de aposentadoria por tempo de contribuição de servidores ao Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Sergipe (Sergiprevidência).

A conselheira Angélica Guimarães votou pelo provimento parcial do recurso de reconsideração interposto pelo ex-gestor da Prefeitura de São Domingos, Hélio Mecenas, contra a decisão de 2010. Ela votou também pela legalidade com paridade em quatro processos de aposentadoria por tempo de contribuição de servidores ao Sergiprevidência.

A conselheira decidiu ainda pela legalidade com paridade da transferência para reserva de um servidor do Sergiprevidência.

Por:  Diretoria de Comunicação e Mídias do TCE

Contatos: (79) 3216-4716, 9960-1074 e 9115-5400

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: