Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Uruguai supera o Paraguai por 3 x 0 e leva título da Copa América

11205274

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Uruguai superou o Paraguai por 3 a 0, um gol de Suarez e dois de Forlán, no estádio Monumental de Núñez, e coroou o seu renascimento com o título da Copa América. Assim, se tornou o maior campeão da competição, com 15 triunfos, um a mais que a Argentina.

A equipe do país, campeã mundial em 1930 e 1950, abandonou o ostracismo e ressurgiu na última década. Chegou às semifinais da Copa América de 2007 e do Mundial de 2010.

Nas categorias de base, a seleção uruguaia também vai bem — alcançou os Mundiais sub-20 e sub-17 e a Olimpíada de 2012.

Faltava um título de grande relevância para completar essa grande fase. E saiu hoje.

O Uruguai conquistou a Copa América com um belo jogo em Buenos Aires. O placar de 3 a 0 mostrou exatamente a superioridade da Celeste Olímpica.

O Uruguai mereceu o resultado da partida pela superioridade em campo.

Aos 2min de jogo, a Celeste Olímpica já colocava perigo no goleiro Villar, do Paraguai.

No meio de tanta pressão, houve muita reclamação. Foram pelo menos dois lances polêmicos que podiam ter rendido pênaltis para a Celeste.

No início do primeiro tempo, uma bagunça na área paraguaia deixou os jogadores do Uruguai nervosos pedindo pênalti. Após uma cobrança de escanteio, Lugano mandou de cabeça para o gol, mas Villar defendeu. No rebote, Coates mandou para o gol, e Ortigoza tirou com a mão. O árbitro brasileiro Salvio Spinola mandou seguir e não marca nada.

11205324

 

 

 

 

 

 

 

 

Em outra ocasião, Lugano foi puxado na área e o árbitro brasileiro também deixou passar.

Como os dois gols do jogo saíram no primeiro tempo, os erros do árbitro brasileiro Sálvio Spínola não fizeram tanta diferença.

O primeiro aconteceu aos 11min. Forlán lançou Suárez na área e o camisa 9 cortou o marcador e chutou de perna esquerda com precisão e força. Com capricho, a bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Quase no fim do primeiro tempo, aos 41min, foi a vez de Forlán marcar com muita categoria, sem dar chance para o goleiro paraguaio. O atacante, inclusive, estava muito bem na partida e fez também o terceiro nos últimos minutos de jogo, em um contra-ataque. Forlán chutou certeiro para aumentar a festa, aos 45min do segundo tempo.

O Paraguai bem que tentou, mas não conseguiu pela superioridade técnica do Uruguai.

Foto: Alejandro Pagni/France Presse

Foto: Marcos Brindicci/Reuters

Fonte: MARIANA MAZIERO COLABORAÇÃO PARA A FOLHA.COM

Deixe uma resposta

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...