Vereador Agamenon Sobral não aceita proposta de punição do Ministério Público de Sergipe

Agamenon-Sobral---vereadorO vereador de Aracaju, Agamenon Sobral, não aceitou a proposta de transação penal do Ministério Público do Estado de Sergipe (MPE), para prestar quatro meses de serviços comunitários, durante seis horas semanais, ou pagar o montante de quatro salários mínimos à uma instituição.

A decisão do parlamentar foi durante a segunda audiência realizada nesta segunda-feira, dia 23, no Juizado Especial Criminal da Comarca de Aracaju. Onde vereador Agamenon, responde uma ação judicial movida pela enfermeira, Flávia Brasileiro, ex-presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe (Seese).

Em maio do ano passado, Agamenon Sobral proferiu discursos grosseiros e machistas, no expediente da Câmara de vereadores e nas rádios, dirigidos às enfermeiras do Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE). A atual diretora de formação sindical do Seese se sentiu constrangida e moveu a ação, visto que acredita que não foi uma ofensa institucional, mas pessoal por conta do vereador não ter ofendido em apenas uma oportunidade, mas em várias.

Diante da recusa da transação penal, foi marcada a terceira audiência para o dia 16 de abril, às 8h30min.

 

Por:Flavia Brasileiro: 9979-1200

Assessor de imprensa: Kleber Santos – (79) 9115-5400 (TIM) – DRT 1007/SE

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: