Vereador Vinicius Porto destaca postura do prefeito João Alves em combate a crise economica

VINICIUS PORTO-VEREADOR VINICIUS -3O presidente da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Vinicius Porto (DEM) destacou nesta terça-feira, dia 29, em pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Aracaju, a decisão do prefeito João Alves Filho (DEM) que, para minimizar os efeitos da crise, resolveu adotar algumas medidas visando conter despesas na expectativa de equilibrar as contas públicas.

Porto aproveitou para se solidarizar com os ocupantes de cargos em comissão que ficarão fora dos quadros do município, mas ressaltou que a iniciativa do prefeito revela o comprometimento e a responsabilidade de um líder. “É gesto de um líder que tem compromisso com os trabalhadores e, sobretudo, com a população aracajuana”, completou.

PREFEITO-JOÃO ALVES-LUIZ DURVAL-PREFEITURA DE ARACAJU-OBRAS -ANUNCIO-00Dentre as medidas anunciadas estão a devolução de servidores que estão cedidos ao município com ônus para a Prefeitura, e exoneração de 50% dos cargos em comissão. “Essa crise, fruto da inapetência do PT, já atingiu 70% das prefeituras brasileiras. O resultado tem sido demissões em massa, não só no setor público”, afirmou Porto, ressaltando que iniciativas como as que foram tomadas pelo prefeito João Alves são acertadas e necessárias.

Porto atribuiu o caos econômico e político instalado no país ao PT. “Essa situação se deve à forma como o Partido dos Trabalhadores e a presidente Dilma Rousseff têm administrado o Brasil. O PT enganou a todos nós brasileiros. Enganou a mim, que nunca votei nesse partido, e aos petistas que achavam que a solução seria tê-lo em posição de comando.

O PT destruiu o Brasil e o povo é quem está pagando essa fatura”, afirmou o presidente da Câmara, ao elogiar a decisão do vereador Emerson Ferreira, que na semana passada deixou o PT para se filiar à Rede Sustentabilidade. “Tenho certeza que ele saiu por não aguentar mais tanta decepção de um partido que chegou ao comando do Brasil com um discurso de mudança. Infelizmente, o Brasil mudou, mas para pior”, afirmou.

 

 

Crise – Em seu pronunciamento, Vinicius Porto ressaltou que o Brasil está passando por uma das maiores crises econômica, moral e política. “E crises dessa ordem fazem com que os investidores tenham receio da credibilidade desse país. Esse tipo de comportamento inviabiliza o crescimento do Brasil, provoca uma séria recessão, resultando em perdas de investimentos. Temos alertado que a política adotada pelo PT e pela presidente Dilma tem sido ineficaz”, observou Vinicius.

O presidente da Câmara destacou, ainda, que essa crise criada pelo governo federal tem tido reflexos em todo o país. Ele lembrou que os gestores públicos têm feito duros cortes de despesas, em virtude das grandes perdas de receitas, como o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), e adotado medidas antipopulares para não terem as suas administrações totalmente inviabilizadas.

Em Aracaju, este mês, registrou-se uma queda de mais de 30 % do FPM. Essa perda vem sendo acumulada ao longo dos meses comprometendo sobremaneira a gestão. “Por conta disso não restou outra alternativa ao prefeito João Alves, pois não é fácil receber um baque de mais de 30% nas receitas”, afirmou, acrescentando que, aliás, a iniciativa do prefeito João Alves acaba por atender a um anseio da oposição que sempre defendeu o corte de cargos comissionados. “Agora, os que ficarem desempregados poderão procurar a oposição que deve ter uma alternativa”, ironizou.

Reprodução: www.imprensa1.com.br

Por:Ascom parlamentar

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: