VÍDEO: Padrasto suspeito de matar em Aracaju dois enteados é agredido na 4ª Delegacia

No final da tarde desta terça-feira, dia 19, Luciano de Oliveira, de 35 anos, foi agredido dentro da cela que dividia com mais cinco presos na 4ª Delegacia Metropolitana (4ª DM), localizada no Bairro Farolândia, zona sul de Aracaju. Ele, é o padrasto das crianças:Sara Yasmim Santos Gomes, de 10 anos e Mikael Alan  Santos da Cunha, de 06 anos. Que a cerca de dois dias, estavam desaparecidas. Mas, foi no dia 08 de novembro, que as crianças  foram encontradas mortas, boiando na Lagoa do Arial, no Bairro Santa Maria, zona sul da capital sergipana.

Graças a uma ação rápida dos policiais da 4ª DM o pior foi evitado. Após ser resgatado com ferimentos leves no rosto e na boca, Luciano foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Fernando Franco onde foi medicado e depois, retornou para delegacia onde foi ouvido pela delegada Carina Rezende. Em seguida, por motivos de segurança ele foi transferido para uma outra delegacia.

Sobre os boatos que Luciano de Oliveira teria sido espancado por presos, a delegada Carina Rezende, esclareceu que não houve espancamento, e sim, uma agressão que partiu do preso Marcos Vinicius. Ao ser interrogado, ele disse que Luciano tinha ido urinar e respingado nele. “Foi quando houve uma discussão e Marcos teria dados socos na cabeça e no rosto de Luciano. Mas, depois de ouvir outros presos ficou constatado que Marcos estava querendo que os presos agredisse Luciano por causa das mortes das crianças, e foi quando decidiu sozinho agredi-lo”, detalha a delegada.

O padrasto Luciano e a mãe das crianças, Jussiara Soares dos Santos, estão presos desde o último dia 15 de novembro, suspeitos de serem os principais autores dos dois homicídios.

Vale ressaltar, que na manhã dessa segunda, dia 18, quarto dia após a sua prisão, a senhora Jussiara Soares foi acompanhada com os policiais do DHPP ao local onde as crianças foram encontradas mortas. Lá, ela procurou mostrar o que tinha dito em depoimento.

Já, o padrasto Luciano de Oliveira, foi ouvido mais uma vez pelo delegado Mario Leony e em seu retorno para 4ª Delegacia e falou ao repórter Marcos Couto, que era inocente. Assista AO VÍDEO e sabia mais AQUI ! CLICK  !

Por: www.imprensa1.com

FOTOS E VÍDEOS : Portal Imprensa1, Colaboradores e redes sociais


REPERCUSSÃO NACIONAL  NA RECORDTV – BALANÇO GERAL SÃO PAULO  – 20/11/2019 

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: