Vinicius lamenta atitude de Jackson em atacar o senador Valadares

Vinicius“O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) sofreu uma das maiores injustiças já cometidas pelo governador Jackson Barreto (PMDB)”. Foi com esse tom que o presidente da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Vinicius Porto (DEM), usou a Tribuna da Casa nesta quarta-feira, 5/11. O parlamentar se solidarizou com o senador Valadares e lamentou a atitude do governador.

“Estou solidário ao cidadão, político e homem de bem, que por um tempo já esteve filiado ao antigo PFL, que já foi governador do Estado e senador da República por três mandatos. Esses ataques foram injustificáveis e inaceitáveis. Todo e qualquer político ou sigla partidária gostaria de ter ao lado esse líder”, afirmou.

Vinicius lembrou que Valadares foi aliado do governador por muitos anos. “Valadares e o PSB foram os maiores vitoriosos do processo eleitoral deste ano. Além de ter dois valorosos vereadores em Aracaju, o partido elegeu deputado federal, estadual e o vice-governador. Essa era a hora de ser elogiado e Jackson saiu como metralhadora, atirando para cima de Valadares, promovendo uma das maiores injustiças políticas da história de Sergipe”, assegurou.

O parlamentar afirmou que a atitude do governador foi tomada por causa do posicionamento político de Valadares durante o segundo turno do pleito deste ano. “Valadares, de forma coerente, demonstrando a forma correta de se fazer política, seguiu a orientação do partido. Se o PSB, em nível nacional, reuniu o colegiado e decidiu que o candidato à Presidência seria Aécio Neves (PSDB), todos os seus filiados deveriam seguir a orientação e assim foi feito pelo senador, o que causou revolta no governador”, disse.

“Desafio qualquer cidadão a falar algo contra o moral, a integridade e caráter do senador. Seria injusto comigo mesmo passar na história política sergipana e deixar de prestar a minha solidariedade”, ressaltou Vinicius. O presidente da CMA destacou, ainda, a força política de Valadares em todo o Estado. “Não foi a toa que o PSC, partido que comandava a coligação, lutou até o último instante para ter o apoio do senador “, frisou.

Licença sem remuneração
O presidente Vinicius Porto aproveitou o pronunciamento para prestar contas da licença sem remuneração que tirou no período de 29 de outubro a 3 de novembro. A licença, sem custos para o Legislativo Municipal, poderia ser tirada em um período de até 10 dias.

“Na última semana entrei com solicitação de licença sem vencimentos. Meu salário foi diminuído em 10 dias porque fui a Portugal e aproveitei para participar de um curso sobre políticas públicas na Universidade de Coimbra. Lá, foram apresentadas ideias simples que têm resultados e é isso que nós políticos temos que fazer que é nos capacitarmos e aprender com os exemplos. Tive a oportunidade de fazer esse curso e hoje, tenho uma visão diferente da que saí do Brasil”, apontou.

Eleições presidenciais
Vinicius também comentou sobre a eleição presidencial e destacou que a oposição, apesar de ter sido derrotada no pleito, saiu como grande vitoriosa. “Antes de viajar fui à Orla da Atalaia acompanhar manifestações de apoio ao candidato Aécio Neves e me surpreendi. Centenas de pessoas estavam com a bandeira do Brasil, cantando o hino nacional e dando as mãos pela libertação do País. Só esse gesto já valeu as eleições, independentemente do resultado, o povo brasileiro foi às ruas clamar por mudanças”, comemorou.

JUBs
O presidente Vinicius também destacou a realização dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), que está ocorrendo em Aracaju, desde o dia 30 de outubro e que segue até o próximo dia 9 de novembro. “Oito cidades do País estavam disputando para serem sede dos jogos e Aracaju foi a escolhida graças ao trabalho do prefeito João Alves Filho (DEM) e do secretário da Juventude e do Esporte, Carlos Eloy”, disse.

Mais de 4.500 atletas estão participando dos jogos, o que representa um grande fomento à economia local e uma maior vitrine da cidade em todo o País. “Hoje, temos 22 hotéis com sua capacidade esgotada por causa do JUBs. A rede hoteleira está rindo à toa. Os jogos foram disputados por oito cidades e Aracaju foi escolhida e é dessa forma que se faz trabalho voltado para o turismo”, completou.

Por Bruno Almeida

Foto: Acrisio Siqueira

Comentários

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...

%d blogueiros gostam disto: