Imprensa1
Site de notícias do jornalista radialista Marcos Couto

Zona de Expansão continua esquecida mesmo com a criação de novos bairros, diz Ricardo Marques

Foto: Assessoria Parlamentar

Na semana em que Aracaju vai comemorar 167 anos de Emancipação Política, Ricardo Marques (Cidadania), lembrou que há um ano foi aprovado na Câmara Municipal de Aracaju, o Projeto de Lei de número 31/2021, enviado em caráter de urgência pela Prefeitura de Aracaju, pedindo a criação de seis novos bairros da Zona de Expansão, na antiga Zona de Expansão, que agora corresponde aos bairros Robalo, São José dos Naúfragos, Areia Branca, Gameleira. Matapoã e Mosqueiro. Até o momento, nada foi feito em benefício da população que mora na região.

“O projeto chegou para ser votado em caráter de urgência e na época fiquei me questionando o motivo dessa pressa. Tenho visitado o local com frequência e encontro os mesmos problemas. Os moradores pedem melhores condições na infraestrutura, saneamento básico, transporte público, educação. Já trouxe neste ano aqui neste parlamento a situação de centenas de mães que buscaram vagas para seus filhos nas escolas. É preciso construir escolas na região.”

Ricardo Marques trouxe a informação de que após a aprovação para a criação dos novos bairros encontrou tão somente o registro de uma obra planejada para uma região. Apenas uma praça está sendo planejada para o bairro Areia Branca. Não sou contra a construção de praças, mas pergunto quais são as maiores necessidades das pessoas que moram na região? Eu me arrisco a afirmar que não são somente praças, aquela área precisa de muito mais atenção e serviços básicos de saúde, educação, segurança e transporte”, assegura.

Ricardo Marques lembrou outros problemas enfrentados pela população que vive na antiga Zona de Expansão diariamente. “A região tem território maior que a região central de Aracaju e não possui um hospital 24h. O transporte público de passageiros na região é insuficiente e mal planejado, as linhas que trafegam hoje são as mesmas de anos atrás, não existe um terminal e os abrigos não têm estrutura. Ou seja, novos bairros foram criados com a promessa de investimento e nada foi feito. Então pergunto: qual o motivo da criação dos bairros? Cadê o investimento prometido para os moradores da região, prefeito?”, questiona.

Por: Fredson Navarro/Ascom

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência no nosso site. Acesse a nossa Política de Privacidade para saber mais ou gerenciar suas preferências pessoais na nossa Ferramenta Consentimento Cookie. Ao usar o nosso site, você concorda com o uso de cookies. Aceitar Ler os termos...